Leituras

Organização

Cotidiano

Uma noite sem luz…

Uma noite sem luz…

Nesse domingo, por causa de algumas “crianças” que estavam soltando pipa, a fiação do poste que fica em frete a minha casa foi cortada, o que gerou uma queda de energia geral, e alguns cones de interdição em frente a minha casa. Dá até pra imaginar o meu susto ao chegar da missa e ver um carro de bombeiros estacionado próximo a minha casa e os vários cones de interdição por causa do fio partido. Mas o mais engraçado é que mesmo em situações como essa percebo o outro lado da moeda, um lado divertido e nem um pouco assustador.

Geralmente, nessa era tecnológica, ficamos mais tempo olhando para a tela do celular, ou para a TV ou qualquer outro dispositivo eletrônico, do que nos olhos do outro. Mas o mais engraçado é que quando falta luz, seja por qualquer motivo, todo mundo se olha, conversa e começa a contar histórias, das mais engraçadas as mais sem sentido. Minha mãe se lembra da época em que não tinha energia em casa e que esses momentos eram a coisa mais natural do mundo. E nesses momentos percebo o quanto somos dependentes de algo que deveria ser apenas um auxilio, e não algo indispensável.

Não nego que amo tecnologia e todas a inovações que ela proporciona. Realmente gosto de conhecer e experimentar coisas novas, mas percebo que quanto mais dependo dela para viver, menos “viver” de fato tenho. Se pararmos para refletir o mundo não está contido em uma tela de celular, por mais que tenhamos essa ilusão. O mundo é tão grande e cheio de experiências que seria muito triste se nossa vida de fato se resumisse a apenas isso.

Por isso, por mais estranho que pareça, afinal eu tenho um blog e amo o fato de conhecer pessoas com interesses semelhantes ao meu, recomendo pra vocês a experiência de vivenciar uma noite sem nada dessas coisas. Apenas aquela energia que recebemos e compartilhamos com o próximo. Te desejo uma noite de conversas e risadas, e algumas histórias antigas dos mais velhos. Te desejo uma noite tão inesquecível, ao ponto de você nem se lembrar de toda a parafernália tecnológica que nos rodeia e da qual somos tão dependentes.

Abraços,

Organizando… ou melhor, tentando me organizar.

Organizando… ou melhor, tentando me organizar.

ler artigo
Pensamentos soltos nesse papel virtual

Pensamentos soltos nesse papel virtual

ler artigo
Feliz aniversário Apenas AVA!

Feliz aniversário Apenas AVA!

ler artigo

Comente este post!

  • Kaila Garcia

    Amei sua reflexão, a tecnologia nos agregou muito, mas também nos tirou muito!

    https://www.kailagarcia.com

    responder
  • Claudia Hi

    São nessas situações que a gente percebe o nosso vício né? Mas aí a gente percebe que dá sim pra sobreviver sem tecnologia. Acho incrível como seres humanos conseguem se adaptar facilmente em qualquer situação. Só depende da gente querer, se esforçar e escolher qual caminho seguir. Achei legal seu pensamento de aproveitar esse “problema” de uma forma positiva Ava!

    responder
    • Ava

      Oi Claudia.
      Verdade, ás vezes nem percebemos o quão dependentes somos, mas também nem percebemos o quão fácil é se adaptar.
      Abraços,

      responder
  • Wanessa de Almeida

    realmente, sim estamos muito conectados no mundo online e isso tem horas que me cansa, viu?
    Saudade do olho no olho, o toque nas mãos os gestos simples.
    bjs http://www.diadebrilho.com

    responder
  • Wanessa de Almeida

    ahhh vc comentou que é de Brasília lá no blog, eu também sou 😀
    ótimo saber que tem pessoas daqui que usam blog, pq muitas meninas abandonaram.

    responder
    • Ava

      Haa, que legal saber que você é de BsB também!!! Pois é, muita gente abandonou uma pena.
      abraços

      responder
  • Adeeh Mello – BLOG ♥

    Deixa eu te dizer, esse texto me lembrou muito minha família, sabe aqueles parentes mais velhos que sempre dizem “no meu tempo a gente ficava sentado na porta de casa conversando…” isso tudo falando da noite sabe. É verdade sem dúvida nenhuma precisamos olhar mais nos olhos das pessoas do que para as telas dos celulares, e hoje eu provei disso. Acabei ficando sem internet aqui por um tempinho e nossa, eu fiz tanta coisa na minha vida que nem to acreditando que deu tempo pra tudo isso. E foi um dia inteiro sem preocupação nenhuma. Ai foi maravilhoso e acho até que vou aderir isso de pelo menos um dia na semana desconectado! ♥

    https://adeehmello.blogspot.com/

    responder
    • Ava

      Nossa Adeeh, que bom ler isso. Também tenho pensado em ter dias assim, pra desconectar e ficar só aproveitando as pessoas e a vida de um modo geral.
      Abraços.

      responder
  • Priih

    Oi Ava, tudo bem?
    Seu relato inevitavelmente me fez lembrar da infância, quando a luz faltava lá em casa.
    Minha família ficava ao redor de uma vela contando histórias e falando bobagens. Deu saudades. ♥
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    responder
    • Ava

      Fico feliz que a postagem tenha te trago boas lembranças Priih.
      abraços.

      responder
  • Simone Benvindo

    É isso que eu chamo de ver o lado bons das coisas ♥

    responder
  • Váh

    Que texto mais bonitinho, realmente “somos dependentes de algo que deveria ser apenas um auxilio, e não algo indispensável”…
    Esses momentos entre as pessoas que a gente gosta contando e ouvindo histórias são sempre muito bons ♥
    E de certa forma até a causa da falta de luz foi algo bom; as crianças estava brincando na rua e não no celular ou no computador hehe

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    responder
    • Ava

      Verdade Vah, apesar do susto foi bem legal no fim das contas.
      abraços.

      responder
  • Gabi Ramalho

    No fim das contas, é o que sempre falam: quando o momento é realmente bom, não precisamos de celular e outros aparelhos, né? Tenho uma amiga que, quando nos vemos, nunca tiramos fotos. Esses dias ela me disse que da próxima vez precisamos tirar algumas, porque as que temos são velhas e feias haha e nessas sempre acabamos deixando o celular de lado e ficamos só conversando. Mas também não posso deixar de admitir que sou uma cria da internet, ficar sem meu celular e/ou computador me deixa ansiosa/nervosa. E aí percebemos o nosso vício :/ que coisa.

    responder
    • Ava

      Oi Gabi.
      Também tenho amigos assim, que a companhia é tão maravilhosa que simplesmente esqueço do mundo. Mas assim como você também sou cria da internet. Mas ir separando um momento pra ficar um pouco off line tem me ajudado muito.

      responder
  • Stephanie Ferreira

    Eu amo viver essas experiencias sem tecnologia, vira e mexe eu me fecho e fico um fim de semana inteiro sem celular ou computador. Até porque eu trabalho o dia todo com isso e tem hora que fico saturada. É muito bom esse detox!

    Um beijo,
    Quase Mineira

    responder
    • Ava

      Nossa Stephanie, Somos duas.
      Eu trabalho na frente de um computador o dia inteiro, e quando chego em casa só quero dar uma descansada, e esses momentos off são enriquecedores. Valem muito a pena.
      Abraços.

      responder
  • Clayci Oliveira

    Não tem sensação melhor do que se desapegar da vida online, né?
    Tenho feito isso nos fim de semana e é libertador. Amei demais essa publicação.

    responder
    • Ava

      Que bom que gostou Clayci. Estou tentando separar um tempo também pra ficar off. Espero conseguir.
      Abraços.

      responder
  • Renata

    Nossa, quero muito me desconectar um pouco das redes sociais e de toda essa tecnologia. Espero voltar a ler pra poder ter esse tempinho longe de tudo e cabeça tranquila 😉
    Gostei muito do seu texto!

    Renata
    Rivière du Souvenir

    responder
    • Ava

      Espero que você consiga Renata. Faz um bem danada se desconectar e simplesmente ficar um pouco longe de toda essa vida online e de fato viver sabe.
      Abraços.

      responder
  • Rafaela Oliveira

    Estes momentos quando acaba a energia são aqueles onde mais nos conectamos com nós mesmas e desconectamos de toda a tecnologia que ás vezes nos deixam um pouco distantes das coisas boas e simples do nosso dia a dia.
    Ótima reflexão.

    http://www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    responder
    • Ava

      Que bom que gostou Rafaela. De fato, parece que nesses momentos nos damos conta do que realmente é importante.
      Abraços.

      responder
  • Grace Louise

    This is such a thoughtful piece Hun I loved it!! x

    Grace Louise || http://www.gracelouiseofficial.blogspot.co.uk/

    responder
  • Kelen de Oliveira Vasconcelos

    Oi Amiga,
    Seu post só me fez lembrar das noites sem luz em Planaltina-GO (quando eu era criança) que eram frequentes. Fazíamos mímica na luz das velas e meu pai contava piadas e charadas. Apesar das piadas dele serem sempre de fundo pesado. Lembro quando acontecia eu tinha sempre a vontade de guardar na memória para sempre aquele momento vivido e até hoje sinto a emoção daqueles momentos apenas de lembrar ^^
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    responder
    • Ava

      Esses momentos são os melhores né amiga? Parece que ficamos até mais próximos nesses momentos.
      Bjus

      responder